Pernambuco em números

Dados sobre o Estado

Números gerais

Área territorial – 98.068,021 km² [2018]

População estimada – 9.496.294 pessoas [2018]

Densidade demográfica – 89,63 hab/km² [2010]

Matrículas no ensino fundamental – 339.909 matrículas [2018]

IDH – 0,673 [2010]

Receitas realizadas – 35.746.028,97102 R$ (×1000) [2017]

Despesas empenhadas – 33.320.486,44445 R$ (×1000) [2017]

Rendimento mensal domiciliar per capita – R$ 871 [2018]

Total de veículos – 3.010.638 veículos [2018]

Veja mais dados sobre Pernambuco na página do IBGE

PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB)

No ano de 2018, o Produto Interno Bruto de Pernambuco, a preços de mercado (PIB/PE), alcançou R$ 182,8 bilhões em valores correntes. O PIB de Pernambuco apresentou crescimento de 1,9% em 2018 em relação ao ano anterior. Em termos comparativos, a economia pernambucana apresentou um comportamento mais acelerado que a economia brasileira no ano, tendo em vista o crescimento de 1,1% do PIB nacional.

No 1º trimestre de 2019, houve um crescimento de 1,2 % em relação ao mesmo período em 2018. Este resultado colocou o Estado com crescimento à frente do índice nacional (0,5%), no trimestre encerrado em março. O PIB/PE alcançou R$ 48,8 bilhões, em valores correntes, no trimestre inicial deste ano. Esse desempenho decorreu do comportamento dos três grandes setores econômicos: Agropecuária (4,0%), Indústria (3,5%) e Serviços (0,5%).


PORTOS

Porto do Recife

O Porto do Recife atua na prestação de serviços para atendimento de navios de longo curso e cabotagem para importação e exportação de cargas nacionais e estrangeiras. O Porto também tem estrutura para receber navios de cruzeiro e possui um Terminal Marítimo de Passageiros. Porto do Recife está preparado para receber até oito navios, simultaneamente, em seus berços de atracação.

1,22 milhão de toneladas movimentadas em 2018

114 mil m² de área disponível para armazenagem de cargas diversas

60 mil toneladas de capacidade em armazéns cobertos

6 mil teus de capacidade para contêineres

25 mil toneladas de capacidade de armazenagem para grãos em silos


Complexo Industrial Portuário de Suape

O Complexo Industrial Portuário de Suape é um dos maiores projetos de desenvolvimento da economia do País. Está interligado a mais de 160 portos em todos os continentes e se apresenta como o porto público mais estratégico do Nordeste, tendo em vista que 90% do PIB (Produto Interno Bruto) da região está em um raio de 800 quilômetros do porto. Dessa forma, mostra-se como um hub port natural, ou seja, porto concentrador e distribuidor de cargas não só para o Nordeste, mas também para o Norte do País

5º maior porto público do país

1º porto público do Norte e Nordeste

23,4 milhões de toneladas movimentadas em 2018

454,7 mil teus movimentados em contêineres em 2018

1º lugar nacional na navegação por cabotagem


AEROPORTOS

Aeroporto do Recife

O Aeroporto do Recife tem registrado números bastante expressivos na movimentação de passageiros neste ano de 2019. De acordo com dados produzidos pela Infraero e comprovados pelo Setor de Estudos e Pesquisas da Empetur, a capital pernambucana alcançou, entre embarques e desembarques, a marca de 5.048.119 pessoas entre os meses de janeiro e julho, o que resulta em uma média superior a 720 mil pessoas por mês.

O feito supera em 4,13% o número de passageiros que passaram pelo aeroporto no mesmo período de 2018. A pesquisa contabiliza apenas os dados dos terminais operados pela Infraero. Entre as capitais do Nordeste, o Recife lidera de maneira isolada com o maior fluxo de passageiros. Já em nível nacional, ocupa a terceira posição, atrás dos aeroportos de Congonhas (1°), em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro (2º).

Quando comparados os dados da chegada de turistas estrangeiros ao Aeroporto do Recife, é possível identificar também um significativo crescimento, em especial, ao longo dos últimos três anos. Entre os meses de janeiro e julho de 2016, por exemplo, o fluxo de turistas de fora do País foi de 54.094 visitantes, enquanto que no mesmo período de 2019, a movimentação de passageiros de outras terras alcançou a marca de 109.250 visitantes. Isso corresponde a um salto de 101,96%. Todos os dados foram fornecidos pela Polícia Federal e confirmados pelo Setor de Estudos e Pesquisa da Empetur.


Aeródromos regionais e Aeroporto de Fernando de Noronha

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos é responsável pela gestão dos aeródromos regionais, além do Aeroporto de Fernando de Noronha. Os equipamentos regionais estão localizados nos municípios de Araripina e Arcoverde, Salgueiro e Serra Talhada, no Sertão do Estado, e em Caruaru e Garanhuns, no Agreste.

O Aeroporto de Fernando de Noronha opera regularmente quatro voos comerciais diários. O conjunto de ilhas situa-se a quatro graus abaixo da linha do Equador, localizando-se nas coordenadas 3o 54'S de latitude e 32o 25'W de longitude. Distante 545 km de Recife, capital do Estado de Pernambuco, 360 km de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte e 710 km da cidade de Fortaleza, capital do Estado do Ceará.


RODOVIAS

BRs e estradas estaduais

A Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos também é responsável pela manutenção das rodovias estaduais e dos trechos de BRs que estejam sob concessão do Estado. A malha viária estadual possui cerca de 10 mil quilômetros de extensão, sendo 5.554 mil quilômetros de vias pavimentadas. Ao todo, Pernambuco conta com 365 rodovias. As intervenções são executadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

O Índice de Condição da Manutenção (ICM), divulgado pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) divulgado em 2018, revelou que Pernambuco tem 76% da malha rodoviária federal em bom estado de conservação.