Concessões Estaduais

Parcerias

Rota dos Coqueiros

Estradas

A Rota dos Coqueiros foi constituida em modelo de concessão pioneira: é a primeira Parceira Público-Privada (PPP) celebrada com o Governo de Pernambuco e a primeira PPP de rodovias no Brasil. Trata-se de um tipo de contrato de longo prazo que desonera o Estado de investimentos em serviços de infraestrutura, cuja gestão passa a ser compartilhada com a iniciativa privada. O projeto do Sistema Viário do Paiva foi idealizado pelo Comitê Gestor de Parcerias Público Privadas de Pernambuco (CGPE) no início de 2006, como uma concessão patrocinada, modelo em que o Estado remunera o ente privado durante um período em troca da prestação do serviço.


Rota do Atlântico

Estradas

Desde novembro de 2011, a Concessionária Rota do Atlântico administra a rodovia que dá acesso ao Complexo Industrial Portuário de Suape e ao Litoral Sul, vias denominadas PE-009 e VPE-052. O trecho da rodovia sob concessão se inicia na BR-101 Sul, na altura do Hospital Dom Helder Câmara, no município do Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife, passa pelo contorno do Cabo e segue até a PE-038, no distrito de Nossa Senhora do Ó, em Ipojuca, também no Grande Recife.

Com 44 quilômetros de área concessionada, o viário é o acesso para veículos de passeio e comerciais ao Complexo Industrial Portuário de Suape, além de proporcionar um acesso qualificado para condutores que tiverem como destino as praias do Litoral Sul, como Porto de Galinhas e Tamandaré. O sistema viário é composto pelas TDRs Norte e Sul, VPE-052 (ZIP), Contorno do Cabo e o acesso à Ilha de Cocaia (Polo Naval). São 44Km de rodovia que deverão receber, até o final da concessão investimentos na ordem de R$ 450 milhões.


Sistema de Esgotamento Sanitário da Região Metropolitana

Saneamento

O Programa Cidade Saneada busca elevar os índices de esgotamento sanitário nas 15 cidades na Região Metropolitana do Recife. A Parceria Público Privada (PPP) do Saneamento de Pernambuco é a maior já celebrada no Brasil.

Municípios beneficiados: 15 na Região Metropolitana do Recife

Período de contrato: 35 anos (início julho de 2013)

População beneficiada: 5 milhões de pessoas

Investimentos estimados: R$ 6,7 bilhões

R$ 5,8 bilhões do parceiro privado

R$ 900 milhões do parceiro público

Investimentos já realizados: cerca de R$ 1 bilhão, sendo 10% recursos públicos e 90% do parceiro privado.

Privado: R$ 840 milhões

Público: R$ 120 milhões

Responsabilidade do parceiro privado: Recuperação, operação e manutenção dos Sistemas de Esgotamento Sanitário (SES). Elaboração de todos os projetos de sistemas de esgotamento sanitários e ampliação e implantação de novos sistemas.

Principais resultados:

- 100% de unidades recuperadas;

- Volume de esgoto tratado: 4 vez mais comparado com o ano de 2013, início do programa.

- Em 2013, eram 540 litros de esgoto tratado, por segundo, e em 2019, esse número aumentou para 2.211 litros de esgoto, por segundo;

- Atendimento às solicitações dos serviços de desobstrução da rede coletora de esgoto: 100 % dos serviços atendidos em 48 horas.

Projeção do avanço do índice de cobertura de esgoto na Região Metropolitana do Recife

2013: 30%

2019: 37%

2025: 53%

2030: 75%

2037: 90%